ff

CruzAlta.Net - blog@cruzalta.net
sábado, 30 de abril de 2011
Câmeras de vídeo monitoramento estarão instaladas e funcionando em 90 dias

A Administração Municipal realizou na tarde de ontem (28) a assinatura do contrato para instalação do serviço de vídeo monitoramento em Cruz Alta, através do Gabinete de Gestão Integrada (GGIM) e também a assinatura do termo de início da obra. A empresa vencedora da licitação, Atlantis Tecnologia e Serviços Ltda, dispõe de 90 dias para a instalação do sistema no município.
 O valor total do investimento é de R$ 827 mil. Para esta etapa os custos serão de aproximadamente R$ 780 mil reais, o restante será aplicado em outros módulos, como compra de móveis e adaptação de espaços. Segundo o diretor do Departamento Municipal de Trânsito (DMT), Mário Sérgio Oliveski, foram realizadas reuniões junto às entidades de segurança pública com o objetivo de diagnosticar os locais mais apropriados para a instalação das 25 câmeras. "Elas serão distribuídas na região central, nos bairros e nas entradas e saídas da cidade, possibilitando o controle em um vasta área de abrangência", enfatiza ele.
O prefeito municipal, Vilson Roberto Bastos dos Santos lembra que a instalação do sistema de segurança é uma antiga reivindicação dos empresários locais, porém no primeiro momento previa-se a instalação de câmeras somente na área central. "Conseguimos após quatro anos de luta, ampliar o recurso e o volume de câmeras a serem implantadas", destaca ele. Para o prefeito, além de favorecer a segurança no município, contribuindo com a diminuição da criminalidade, o investimento conquistado pela Administração Pública, trará um enorme avanço tecnológico e ainda facilitará a organização da cidade.
"A partir da implantação do sistema será possível avaliar os locais em que acontecem os maiores índices de criminalidade e dessa forma, fazer novos diagnósticos e adotar outras medidas de segurança nessas regiões, ressalta Vilson Roberto. O ato ocorreu no Salão Nobre da Prefeitura Municipal e contou com a presença do prefeito municipal, Vilson Roberto Bastos dos Santos; vice-prefeito, Antônio Edson Cabral de Oliveira; secretários municipais; representantes das secretarias municipais, diretor do Departamento Municipal de Trânsito, Mário Sérgio Oliveski; representantes da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Brigada Militar e Corpo de Bombeiros; presidente em exercício da Associação Comercial e Industrial de Cruz Alta (ACI), Emerson Souza; e o consultor técnico comercial da empresa Atlantis Tecnologia e Serviços Ltda, Luiz Henrique dos Santos Lima.
 
Assessoria de Comunicação Claudiane Veber (Graduanda em Jornalismo)

Postado por WM Internet as 09:16 e tem 0 comentarios

quarta-feira, 27 de abril de 2011
Conta de luz no Brasil é mais cara que em países ricos

A energia elétrica fornecida para residências no Brasil é mais cara do que em diversos países ricos, como Estados Unidos, França, Suíça, Reino Unido, Japão e Itália, segundo um levantamento feito pelo professor de economia Alcides Leite* (foto), especialmente para o Radar Econômico. Porém, ainda é mais barata que na Alemanha e na Áustria.
 
Enquanto no Brasil o quiilowatt-hora (kWh) custa US$ 0,254, nos EUA o preço é de US$ 0,133. Tomando como exemplo uma família que consome mensalmente 300 kWh, o gasto anual com a conta de luz fica em US$ 914,40 no Brasil e US$ 478,80 nos EUA. Na Alemanha, onde a energia é a mais cara entre os 17 países analisados, o custo anual seria de mais de US$ 1.000.
 
Compare os preços médios da energia elétrica residencial, sempre em dólares, por kilowatt-hora, incluindo tributos, e também o gasto anual de uma casa hipotética onde se consomem 300 kWh todo mês:
País                  Preço em kWh                      Gasto anual de uma família que consome 300 kWh por mês
Alemanha             0,308                                  1.108,80
Áustria                  0,255                                        918
Brasil                    0,254                                        914,4
Itália                      0,252                                        907,2
Japão                     0,246                                      885,6
Irlanda                  0,236                                         849,6
Holanda                0,216                                        777,6
Portugal                0,201                                        723,6
Inglaterra              0,200                                         720
Turquia                 0,183                                         658,8
Suíça                     0,182                                        655,2
Polônia                  0,182                                        655,2
Noruega                0,155                                        558
Grécia                   0,150                                        540
França                   0,148                                        532,8
Estados Unidos     0,133                                      478,8
México                  0,082                                         295,2
 
Fontes: Brasil = Aneel. Demais países = Agência Internacional de Energia. OBS: preços de dezembro de 2010.
 
O economista Paulo Rabello de Castro** analisa a pesquisa no artigo abaixo:
 
    "Carga tributária incidente sobre energia elétrica é uma das maiores do mundo
 
    No Brasil, o preço médio da energia elétrica residencial gira em torno de US$ 0,25 / kWh. É um dos mais elevados do mundo. Isto porque, a carga tributária (tributos e encargos) incidente sobre o setor elétrico nacional representa 45% do valor da tarifa paga pelo consumidor residencial. Segundo a OCDE, trata-se da quinta maior carga tributária, atrás apenas da vigente em países do Norte da Europa.
 
    Quando se compara o preço do serviço entre diversos países, observa-se que em apenas dois, a tarifa é mais alta que a brasileira: Áustria e Alemanha.
    A tarifa brasileira é superior a da francesa, onde a matriz energética é muito cara, por ser de natureza essencialmente nuclear. No Brasil, paga-se quase 70% a mais do que na França. Em relação aos EUA, a diferença é ainda maior. O preço da energia elétrica brasileira é o dobro da norte-americana, o maior consumidor per capita desse serviço no mundo.
 
    Desta forma, são penalizadas principalmente as classes de menor renda, cujo dispêndio com serviços essenciais e alimentação representa parcela majoritária de seus gastos correntes.
 
FONTE - ESTADÃO

Postado por WM Internet as 22:10 e tem 0 comentarios

sábado, 23 de abril de 2011
Governo confirma a maior safra da história

A estimativa, divulgada pelo secretário de Desenvolvimento Rural, aponta que a safra 2010/2011 será 10,6% maior que a anterior, quando os números já representaram um recorde
 
Os agricultores gaúchos devem colher este ano uma safra recorde de grãos de verão. A estimativa, divulgada pelo secretário de Desenvolvimento Rural, Ivar Pavan, pelo presidente da Emater/RS, Lino De David, e pelo diretor técnico Gervásio Paulus, aponta que a safra 2010/2011 será 10,6% maior que a anterior, quando os números já representaram um recorde. Devem ser produzidas ao todo 25.540,264 toneladas de arroz, milho, soja e feijão, o que significará, considerando-se os preços médios de abril, R$ 13.805 milhões recebidos pelos produtores do Estado. "Estes valores geram um impacto extremamente positivo na economia gaúcha como um todo", destacou Pavan, que atribui os resultados à combinação entre acesso ao crédito, emprego de tecnologias e clima favorável. "O crédito faz com que o produtor tenha acesso à tecnologia e faça um bom plantio, o que, somado ao clima favorável e à assistência técnica de qualidade, nos dá o resultado que observamos nesta safra", reforça De David.
 
Segundo o diretor técnico da Emater/RS, Gervásio Paulis, diferente da previsão inicial, que indicava escassez de chuva em função do fenômeno La Niña, o clima acabou se mostrando favorável às lavouras. As chuvas ocorreram com relativa frequência e nos momentos certos, o que garantiu aumento das produtividades médias estaduais em relação às estimativas até então esperadas. Com isso, o rendimento do arroz passou para 7.521 kg/ha, o do feijão 2ª safra para 1.359 kg/ha, o do milho para 5.016 kg/ha e a produtividade da soja saltou para 2.744 kg/ha. O rendimento do feijão 1ª safra, com a colheita já encerrada, ficou em 1.334 kg/ha.
 
Nas lavouras de soja a estimativa é de que sejam colhidas 11.220 toneladas, 7% a mais que no ano passado. No caso do milho a produção deve ser de 5.491.582 toneladas, 2,4% a menos que no ano passado, mas com uma produtividade média 2,2% superior. A produção da primeira safra de feijão foi 22,5% superior que a de 2009/2010 e a segunda deve superar em 6% a produção da safrinha do ano passado.
 
Os números produzem uma expectativa positiva que se dissemina por vários setores. "A supersafra e a injeção destes valores no mercado gaúcho dinamizam e geram perspectiva de um bom ano para a economia", disse De David.
 

Postado por WM Internet as 21:25 e tem 0 comentarios

quinta-feira, 21 de abril de 2011
Administração Municipal vai a Câmara de Vereadores apresentar projetos para o desenvolvimento de Cruz Alta

A Administração Municipal, representada pelo secretário municipal do Desenvolvimento Econômico, Bertoldo Fagundes se fará presente em reunião na Sala das Comissões da Câmara Municipal de Vereadores. O encontro acontece segunda-feira (18), às 14h, e foi marcado a pedido do presidente da Comissão Especial de Mobilização pelo traçado original da BR 377, vereador Élio Amaral.
Dentre, os assuntos que serão abordados pelo secretário está o plano logístico de Cruz Alta, dados sobre a economia do município e o projeto da BR 377. "É primordial que neste momento, no qual existe uma Comissão composta pela Administração Pública e outros segmentos, que todos somem esforços em prol deste projeto que beneficiará, e muito, Cruz Alta e região", ressalta Bertoldo.
 
Assessoria de Comunicação Claudiane Veber (Graduanda em Jornalismo) F: (55) 3321-1383 e-mail: imprensa@cruzalta.rs.gov.br www.cruzalta.rs.gov.br

Postado por WM Internet as 20:51 e tem 0 comentarios

terça-feira, 19 de abril de 2011
Um verdadeiro mundo encantado espera pelos visitantes na 12ª Toca do Coelho

A 12ª Toca do Coelho acontece em Tapera de 14 a 24 de abril.
O tema deste ano da Toca é FESTEJOS NO CALENDÁRIO DA TOCA .
Além da beleza, criatividade e magia que é encontrado nos cenários, os visitantes poderão apreciar a Feira de Chocolates, o Brique do Comércio e a programação de shows .
Visite Tapera neste feriado e curta também a ornamentação de toda a cidade, que se enfeita para esperar a Páscoa.
Veja mais em www.tocadocoelhotapera.com.br

Postado por WM Internet as 14:32 e tem 0 comentarios

sábado, 16 de abril de 2011
Homem cai de telhado de ginásio de esportes e morre em Cruz Alta

"Tio Mazaropi" estava consertando as telhas que provocavam goteiras no campo
 
Um acidente tirou a vida de Rudemar de Paula Soares, mais conhecido como "Tio Mazaropi", na tarde desse sábado em Cruz Alta.
 
Segundo testemunhas, Rudemar havia subido no telhado do Ginásio Municipal para consertar as telhas que provocavam goteiras no campo e caiu de uma altura de mais de 15 metros, morrendo na hora.
 
"Tio Mazaropi" era funcionário da Secretaria de Esportes e muito conhecido por trabalhos com futebol para crianças carentes.
 
Em respeito a família de Tio Mazaropi, o jogo de futsal pela série prata que aconteceria hoje à noite no ginásio foi cancelado.
 
FONTE - ZERO HORA

Postado por WM Internet as 21:41 e tem 1 comentarios

domingo, 10 de abril de 2011
Banda Larga de 1 Mb

Dilma manda aumentar velocidade da banda larga.

A presidente Dilma Rousseff alterou o PNBL (Plano Nacional de Banda Larga). Em vez de conexões de até 600 Kbps (kilobits por segundo), ela exige 1 Mbps (megabit por segundo) pelo mesmo preço, R$ 35.
Nos Estados que concederem isenção de ICMS nos pacotes vinculados ao PNBL, o preço será R$ 29,80.
A nova orientação foi dada ao ministro Paulo Bernardo (Comunicações) na semana passada. Segundo a Folha apurou, Dilma exigiu a mudança, afirmando que o plano original está atrasado em relação ao mundo.
Dilma acrescentou que as operadoras terão de se adaptar à sua demanda e investir, em vez de ficar pedindo dinheiro ao governo. Avisadas, as teles já devem começar a negociar o novo PNBL com o governo nesta semana.
 
Fonte - Folha
 
Nota - No Japão, a velocidade mínima é de 12 Mbps, na França, de 8 Mbps, na Itália de 7 Mbps e no Uruguai, de 3 Mbps.

Postado por WM Internet as 11:16 e tem 0 comentarios


Maior lucratividade dos últimos cinco anos

Safra recorde na região em termos de produtividade, aliada aos bons preços do momento, indicam que agricultor vai investir em tecnologia na próxima safra
 
Máquinas durante 10 horas nas lavouras para concluir a colheita da soja na região, que já atinge 85% da área destinada à oleaginosa, que foi de 850 mil hectares. A última semana de chuvas atrasou a colheita e, as plantas estão maduras, precisando ser colhidas para não impactar em perdas na produtividade. Até o momento, a produção regional aponta atingir 2.450 milhões de toneladas, com uma produtividade média de 3,2 mil quilos por hectare – 500 quilos/ha a mais do que no ano passado – sendo considerada esta a maior safra da história da região em termos de produtividade. Além disso, a rentabilidade do agricultor também é a maior dos últimos cinco anos. Apesar de que em 2008/09 a soja chegou a ser cotada em R$ 50,00 na 'boca da safra', os custos de produção estavam mais elevados, o que não compensava, de acordo com o agrônomo da Emater, Cláudio Dóro.
 
Atualmente, no balcão a saca está sendo vendida a R$ 45,00, com custos de produção mais baixos, são considerados os maiores rendimentos dos produtores da região. No ano passado, os 71 municípios de abrangência da Emater Regional representaram 21% da produção de soja do Estado. Neste ano, a previsão é de que a região represente 23% do total, que deverá ser de 10.400 milhões toneladas, segundo o último levantamento realizado pela instituição. Em relação à área cultivada, em 2010/11 ela foi 3% superior do que na safra passada. No Estado o aumento foi de 1,4%, em detrimento a redução do cultivo do milho.
 
Praticamente toda soja está madura por colher. Agora estão faltando mais máquinas para entrar nas lavouras e também caminhões para fazer o transporte.
 
Para o produtor rural Elói Zanatta, que possui uma área destinada à soja de 500 hectares, a semana foi de intenso trabalho, para concluir a colheita. Ele que já chegou a destinar 50% da área ao cultivo do milho, neste ano plantou o cereal somente para consumo interno da propriedade. Utilizou três cultivares diferentes de soja, não enfrentou problemas com pragas, realizou uma boa adubação e manejo. "Realizo rotação de culturas, faço cobertura de solo no inverno e já estou plantando aveia, assim auxilia nos rendimentos. E esta, para mim, está sendo a melhor safra dos últimos 10 anos", declara. Zanatta está colhendo uma média de 90 sacas por hectare. "Sou apaixonado pelo que faço e ver um resultado destes só nos entusiasma mais para a próxima safra", diz.
 
Excesso de chuva pode ter prejudicado produtores de sementes
A chuva da semana anterior, conforme Dóro, provocou estragos pontuais com a queda de granizo em alguns municípios, mas em um contexto geral, as perdas são mínimas. Mas nas vagens superiores da planta que já estavam começando a se abrir e quando a automotriz entra na lavoura e o molinete bate para recolher os grãos caem no chão. "Na produtividade, acreditamos que no máximo os danos cheguem a 3% e na qualidade pelo que temos percebido no posto de classificação da Emater, está sendo considerada boa.
 
FONTE - Diário da Manhã

Postado por WM Internet as 10:49 e tem 0 comentarios

terça-feira, 5 de abril de 2011
Internet lenta e cara

Cara, lenta, com cobertura geográfica desigual e deficiente e com metas de expansão muito tímidas em comparação com as necessidades do País e a situação e os planos de outros países.
 
A velocidade de acesso no Brasil é muito inferior à média atual e às metas programadas para o futuro próximo em muitos outros países. No Brasil, como mostrou o estudo da Firjan, o serviço mais simples oferece velocidade de download de 150 Kbps (kilobyte por segundo, um milésimo de Mbps), cerca de cinco vezes menor do que a velocidade mínima considerada como banda larga nos EUA. No Japão, a velocidade mínima é de 12 Mbps, 80 vezes superior à brasileira; na França, de 8 Mbps, 53 vezes maior; na Itália, de 7 Mbps, 45 vezes mais rápida; e no Uruguai, de 3 Mbps, 20 vezes.
 
Além de lento, o serviço brasileiro é muito caro. Aqui, a conexão à velocidade de 1 Mbps custa, em média, R$ 70,85 por mês, o equivalente a US$ 42,80. Esse serviço custa US$ 9,30 na Alemanha, US$ 12,40 em Taiwan, US$ 28,60 no Canadá e US$ 40 nos Estados Unidos. Surpreendentemente, embora seja mais caro do que na Alemanha, no Chile e em Taiwan, o serviço de banda larga de 10 Mbps no Brasil, que custa em média US$ 63,60, é mais barato do que em países como Rússia, China e México.
 
O estudo da Firjan constatou também grandes disparidades regionais de preços e serviços. No Amapá, a banda larga de 1 Mbps, velocidade mínima para uma microempresa, custa R$ 429,90, seis vezes a média nacional, por causa das dificuldades de conexão. A internet de 100 Mbps, considerada a mais rápida e mais adequada à grandes empresas, só existe em 13 Estados.
 
A tributação é apontada como um dos principais responsáveis pelo alto custo. Estima-se que, do valor da assinatura mensal, os tributos representem 40% (no Japão, correspondem a 5% e na Argentina, a 27%). O ministro Paulo Bernardo previu que, com o corte de tributos federais, a banda larga popular poderá custar R$ 35. Se os Estados reduzirem o ICMS, o valor poderá ficar abaixo de R$ 30 por mês. É uma medida elogiável, mas ainda insuficiente, diante do custo da banda larga no País.
 
 

Postado por WM Internet as 16:04 e tem 0 comentarios

sábado, 2 de abril de 2011
Infraestrutura de escoamento não acompanha ritmo da safra no RS

Problemas de falta de funcionários e transporte atrasam produção agrícola.
No transporte ferroviário, o número de vagões e muito limitado.
 
Nas lavouras de soja, a produção promete ser uma das melhores dos últimos anos. O grão vai direto para as cooperativas, onde é preciso gente para fazer a carga, descarga e classificação. Apenas em uma, 170 vagas temporárias foram abertas. "Até o mês de maio teremos um aumento de 30% no quadro de funcionários", disse Ivan Dietrich, gerente da cooperativa.

Em uma cerealista o cenário é o mesmo. O número de vagas este ano é 25% maior que a safra passada. A dificuldade tem sido encontrar mão de obra. Das 100 vagas, 40 ainda não foram preenchidas. "No período de safra não tem sábado, não tem domingo e trabalhamos até tarde da noite", explicou Andreia Teixeira, supervisora de desenvolvimento.

Outro problema é o gargalo para escoar a produção. O aumento na produção da soja e a coincidência da colheita em outros estados fizeram crescer a procura por transporte. Com menos caminhões disponíveis, o preço do frete subiu 15% em um ano. Hoje, a tonelada custa R$ 55.

A transportadora de Júlio Ferreira, em Cruz Alta, noroeste do Rio Grande do Sul, embarca 150 carretas com grãos por dia com destino ao Porto de Rio Grande, também no estado gaúcho. Mas a frota é insuficiente para dar conta da demanda.

Na tentativa de driblar a precariedade da infraestrutura, Vitor Marasca adquiriu 15 veículos. Mesmo assim terá que continuar terceirizando o serviço. O impacto aparece no bolso. Em média, de cada 10 sacas de soja, uma é consumida pelo frete. A saída seria o transporte ferroviário, que historicamente custava 10% a menos, só que o número de vagões é limitado e o preço agora equivale ao do rodoviário. "Todo ano nós temos o mesmo problema. No início da safra some o transporte ferroviário e o rodoviário tem que assumir a responsabilidade e fazer o trajeto até Rio Grande, o que além de mais demorado, é muito mais caro".

Segundo a América Latina Logística, responsável pelo transporte ferroviário, a empresa trabalha com 350 vagões por dia, o que seria a capacidade do Porto de Rio Grande. Já o superintendente do Porto, Dirceu Lopes, diz que há espaço suficiente para receber até o dobro do número de vagões que hoje chegam ao local.

FONTE: G1

Postado por WM Internet as 10:57 e tem 0 comentarios

Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 

 

Últimos Posts

Reserve o nome de sua empresa na internet
IF Farroupilha divulga Primeira Chamada dos Cursos...
Cruzaltenses ganhadores no 14º sorteio da Nota Fis...
Suspeito de matar criança de um ano e nove meses é...
Vai terminar a histórica onda de calor
Ferrovia Norte-Sul colocará Cruz Alta no mapa do d...
Grupo Humaitá recebeu visita da Bruning Tecnometal...
Último sorteio da Nota Fiscal Gaúcha premia cruzal...
Grave acidente com três vítimas fatais na BR 377 p...
Nono sorteio da Nota Fiscal Gaúcha premia dois cru...

Arquivos

Outubro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Maio 2012 Junho 2012 Julho 2012 Agosto 2012 Setembro 2012 Outubro 2012 Novembro 2012 Dezembro 2012 Janeiro 2013 Março 2013 Maio 2013 Junho 2013 Julho 2013 Agosto 2013 Setembro 2013 Outubro 2013 Novembro 2013 Dezembro 2013 Janeiro 2014 Abril 2014 Maio 2014 Janeiro 2015 Outubro 2015

 

 

 

WM INTERNET